5 Geoparques portugueses como Património Mundial da UNESCO

Cinco geoparques portugueses candidataram-se e foram aprovados para fazerem parte do património mundial da UNESCO. Conheça estas relíquias.

Segundo a Comissão Nacional da UNESCO, um geoparque é “uma área única e unificada onde locais e paisagens de importância geológica internacional são geridos numa conceção holística de proteção, educação e desenvolvimento sustentável”. É nos Açores e no continente que se encontram os cinco geoparques portugueses que são merecedores do título de Património Mundial da UNESCO.

Geoparque dos Açores (Joel Santos)

Situado no Centro de Portugal e próximo da fronteira com Espanha, o Geoparque Naturtejo da Meseta Meridional nasceu do espírito de união e partilha e foi considerado Património Mundial da UNESCO em 2006.

É constituído por 16 locais de interesse geológico e abrange vários concelhos como o de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Nisa, Oleiros, Proença-a-Nova e Vila Velha de Rodão.

Geoparque Naturtejo

Através de excursões e passeios de barco, é possível partir à aventura e conhecer esta região com 5000 km2. Visitar este geoparque é uma porta aberta para conhecer e perder-se nas pequenas aldeias histórias do Centro de Portugal.

Geoparque de Arouca

Após três anos, a UNESCO reconheceu, como Património Mundial, o Geoparque de Arouca. É constituído por 41 geossítios, tendo uma área de 328 km2.

Booking.com
Passadiços do Paiva

Este geoparque dá-se a conhecer através de vários percursos pedestres e trilhos que podem ser adorados pelos mais aventureiros, com uma certa adrenalina à mistura.

Passadiços do Paiva

O Geopark Terras de Cavaleiros abrange todo o concelho de Macedo dos Cavaleiros, tendo como área 700 km2. Foi reconhecido pela UNESCO, em 2014 e é composto por 42 geossítios, envolvidos numa grande biodiversidade de fauna e flora.

Geopark Terras de Cavaleiros
Booking.com

Este património oferece vários programas turísticos e alguns dos locais com grande beleza, podem ser descobertos através de vários percursos pedestres.

Geoparque dos Açores

Disperso pelas nove ilhas do arquipélago dos Açores e por toda a zona marinha envolvente – é assim o Geoparque dos Açores que mereceu o título, dado pela UNESCO, em 2015.

É aqui onde estão localizados os 121 geossítios que representam a geodiversidade do arquipélago que conta com um contraste enorme de elementos: vulcões, caldeiras, lagoas, algares vulcânicos, grutas, águas termais, fajãs, depósitos fossilíferos, entre outros.

Geoparque dos Açores

Em 2019, a Serra da Estrela foi reconhecida pela UNESCO, como Património Mundial. O Geoparque Estrela conta com uma área grande com 2216 Km2 e inclui nove municípios que se envolvem em torno da Serra – Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Guarda, Manteigas, Belmonte, Gouveia, Oliveira do Hospital e Seia.

Foram criados vários percursos que se complementam e dão a conhecer a cultura existente e o património natural deste geoparque.

Geoparque Estrela
Booking.com

Biodiversidade é a palavra-chave destes geoparques portugueses pertencentes ao Património Mundial da UNESCO. Não passam despercebidos estes nossos espaços com uma beleza única que de facto, merecem ser reconhecidos pela sua natureza e biodiversidade. Aventure-se em conhecer estes tesouros de Portugal.

FONTE: vortexmag.net